terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Conhecimento Hoministico

Como sintetizar o que tenho encontrado depois das recentes experiências com meu geköpft, um mundo de correntes e grilhões, que me assustam mas não magoam, aqui não há criaturas de mármore sobre o altar; posso ser humana, fraquejar, ser forte e dedicar-me.

Todas estas coisas são novas e antigas, não sou uma criança deslumbrada, pelo menos não quero parecer uma, eu já conhecia isso, sei o que é ser solicita de um homem.

Vaguei por um deserto de desolação e magoa; estava triste quando nos encontramos pela primeira vez, em meu medo e dor fui cruel com aquele que desejou e mostrou me a verdade, senti sua ira e Fuji.

Experimentei a reclusão, a devoção ao amor supremo, e o divino disse : “_ Não é bom que o homem esteja só dar lhe ei uma ajuda adequada.” Refleti nestas palavras e voltei para casa teimando em permanecer só, estive só até beirar o desespero; e em um engano feliz ele me ligou , e não consegui mais me afastar...


Um comentário:

  1. As coincidencias fluem de um modo engraçado.
    Os medos nos inluenciam, nos fazem fugir, mas acabamos voltando para onde era o caminho derradeiro.

    ResponderExcluir