sexta-feira, 30 de abril de 2010

Da vida virtual

Part 1

Não sei se mais alguém atinge esse ponto
Quando eu olho pra eles agora
São só um monte de nomes em uma janela
Me sinto completamente louca para falar
Mas para falar com quem?

Com os que vejo e não reconheço?
Com o conformismo que assegura
Ser melhor o virtual que o real?

Com o que eu quero falar?
será que é comigo
Do outro lado da maquina
Sabendo tudo o que eu sinto
E dizendo que estou certa?

Não entendo
Não entendo
E nunca soube realmente de alguma coisa.

Por fim um daqueles antigos
E a pergunta mais ordinária do mundo:
Ainda sabe quem sou eu?

Part 2

Da pergunta ordinária
Surgiu a resposta impressionante:

um mês, um ano uma decada,
mas,nunca esquecemos os amigos
como eu posso esquerce de vc?
agente conversava tanto sobre tantas coisas
sua amizade pra mim eh muito importante
(resposta por John' Nias )

quebrou meu ceticismo virtual
e desfez minha desilusão momentanea.
nem sempre superficial entao!

É isso: Nem sempre superficial.
A diferença sutil pros amigos de antes
e os contatos de agora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário